BLOG

“Nunca ajude uma criança em uma tarefa que ela sente que pode realizar sozinha”

“Nunca ajude uma criança em uma tarefa que ela sente que pode realizar sozinha”. Maria Montessori sempre incentivou a autonomia da criança. Mas e por quê?

Porque crianças com autonomia desenvolvem com mais facilidade habilidades importantes para o futuro delas, como senso crítico, autoestima, autorresponsabilidade, capacidade de tomar decisões, resiliência e criatividade. 

A criança quer escovar os dentes sozinha? Tomar banho? Vestir a própria roupa? Calçar os sapatos? Deixe que ela faça. Ela pode errar, tentar de novo, errar mais uma vez. Mas isso não tem problema algum, porque os erros são parte natural do processo de aprendizado. 

Mas e se a criança ainda não souber fazer sozinha, como faço pra ela aprender? 

Com orientação. Não é simplesmente ir lá e resolver pela criança, mas sim demonstrar como fazer. E permitir que ela faça aos poucos. Hoje ela tenta encaixar a meia no pé, você conclui puxando a meia. Amanhã você a incentiva a fazer a segunda parte do trabalho. 

Só não julgue, não diga que é fácil (porque pra ela pode realmente não ser), nem aja com impaciência, tomando a meia dela e dizendo “Ah, se você não está conseguindo fazer, deixa que eu faço!”. Isso pode diminuir a autoconfiança dela e, da próxima vez, ela estará convencida de que não consegue mesmo.

Quantos adultos a gente não vê por aí, que desistem do que querem na primeira dificuldade que aparece? 

Por outro lado, também é preciso saber como e quando elogiar. E é sobre isso que a nossa Especialista Isa Minatel, dos Cursos Montessori em Casa e Temperamentos da Criança ao Adulto fala no áudio a seguir:

“Nunca ajude uma criança em uma tarefa que ela sente que pode realizar sozinha”.

Dar autonomia à criança é uma questão de respeito por ela. De amor. E Maria Montessori já sabia disso! 

Quer conhecer mais sobre Maria Montessori e a sua filosofia?

Assista ao Curso online Montessori em Casa, da Escola de Pais MundoemCores.com e mude a sua forma de ver o seu filho.  

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn