Crianças devem ser poupadas de frustrações? - MundoemCores

BLOG

Crianças devem ser poupadas de frustrações?

Crianças devem ser poupadas de frustrações?

Você é do time que acha que o adulto deve frustrar a criança de propósito para ela aprender? Veja só esse raciocínio

“O adulto precisa frustrar a criança porque ela vai ter muitas situações como essa ao longo da vida”. É possível que muita gente já tenha ouvido e até mesmo dito frase semelhante. Mas, será que as crianças devem ser poupadas de frustrações? Hoje, convidamos você a olhar essa questão de uma outra maneira. Portanto, veja só essa análise feita pela nossa especialista Tamira Viana, autora do curso Entendendo o Comportamento da Criança:

“A grande questão é que a disciplina positiva NÃO quer poupar as crianças da frustração e também não quer evitá-la a todo custo só porque propõe usar o lúdico, o humor, os combinados, o cantinho da calma ou o abraço. ⁣

Entendemos que as frustrações vão acontecer independente da nossa vontade, porque fazem parte da vida. Inclusive da vida coletiva, pois o meu direito vai até onde começa o do outro. 

Então, não precisamos frustrar de propósito para ensinar, até porque o aprendizado pela via da colaboração e do afeto tem um potencial muito mais significativo do que o aprendizado pela raiva ou pela tristeza. ⁣

O que fazemos na disciplina positiva é: ⁣

1) Compreender o desenvolvimento da criança. Compreender que ela está em um estágio cognitivo diferente do nosso e agir para criar um dia a dia mais leve e mais respeitoso com todos os envolvidos. Já reparou que quando você briga muito com a criança, ambas sentem o estresse? ⁣

2) Ajudar a criança a lidar com as frustrações que ela sente. ⁣Lembra da última frustração que você teve? Lembra do quão difícil foi sentir e lidar? Imagina para uma criança?⁣

Portanto, o objetivo da disciplina positiva é ajudar a criança a saber o que fazer com tudo isso. Pode ser permitindo que ela sinta, acalmando-a, ensinando recursos socialmente adequados, acolhendo-a ou sendo a calma que ela precisa para seus neurônios-espelho espelharem.⁣

Dessa forma, ela vai aprendendo sobre autocontrole e sobre autorregulação. Porque o sentir não tem como proibir!⁣

E lembre-se: não é a quantidade de frustrações que faz a criança aprender a lidar, e sim a maneira como a ajudamos a lidar com o que ela sente.”

E então? Acredita que as crianças devem ser poupadas de frustrações ou que devemos frustrá-las de propósito? Como bem disse a Tamira, o melhor a fazer é não forçar isso e, sim, ajudá-las a enfrentarem essas situações quando elas surgirem. Porque a vida, certamente, vai se encarregar de frustrar os nossos filhos.

Quer saber mais sobre a disciplina positiva? Além do curso Entendendo o Comportamento da Criança, temos o Educando com Disciplina Positiva, com Elisama Santos. Venha com a gente!

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn