Blog

Exercendo sua autoridade

 

Já aconteceu de dizer  “não” e voltar atrás porque a criança começou a fazer um escândalo? Já, né? Mas tome cuidado com isso… Os pais são a principal referência de uma criança em relação ao mundo e é normal que elas testem os limites ao máximo. É importante saber diferenciar o momento de voltar atrás ou não – e esse “não” pode ser mais duro para você do que para seu filho.

A criança ainda não tem a capacidade de distinguir o que é bom ou ruim para ela. Essa função cabe aos pais, mesmo que contrarie a vontade dos pequenos. Por exemplo: se a criança não quer ir para a escola em dia de prova, apenas porque é o desejo dela, os pais devem fazê-la entender que é o melhor para ela.

Como exercer a autoridade:

  •    Seja coerente. Como sempre dizemos aqui, atitudes convencem mais do que palavras. Cumpra suas promessas, ajude nas tarefas domésticas…;
  •    Tenha sempre um diálogo com o pai/mãe, para que um não permita e o outro negue a mesma coisa;
  •    Se estiver errado, assuma e, se possível, corrija o erro;
  •    Ter autoridade é diferente de ser autoritário. Você não precisa reprimir seu filho para que ele te obedeça. No entanto, estabeleça limites;
  •    Não use de violência, ameaças e gritos. Explique por quê a criança deve respeitar as regras e ter responsabilidades. Caso ela não obedeça, estabeleça um castigo que possa ser cumprido, segundo a idade;
  •    Se disser “não”, seja firme – mesmo que seu filho grite e chore. Voltar atrás por vergonha do escândalo abre portas para que a criança faça birra e manha para conseguir o que quiser;
  •    Incentive e elogie as boas ações;
  •    Esteja aberto a conversar e seja presente na vida da criança.

Você também pode se interessar por:

  • Exercendo sua autoridade

  • Como lidar com o medo da criança

  • Anemia: como tratar

  • Semana da Criança MundoemCores.com

Saiba como os cursos do MundoemCores.com
mudaram vidas de famílias como a sua!

  • “Muito obrigada por vocês terem trazido tudo isso pra minha família”

    Flaviane finalizou o curso Montessori em Casa e começou a assistir às aulas do Educando com Disciplina Positiva. Ela conta como sua vida mudou após aplicar o que aprendeu nos vídeos.

    Flaviane Cintia de Avila Dutra

  • “Você se prepara pra tudo na vida. Pra ser mãe, você não se prepara!”

    Carolina buscava orientação para dar uma melhor educação à filha Maria Clara. Viu no evento presencial realizado pelo MundoemCores.com, em Maceió/AL, uma forma diferente de lidar com a personalidade da sua filha.

    Carolina Lira

  • “O curso nos fez entender como estimular a autonomia e a independência da nossa filha”

    Emanuelle e o marido passaram a entender aspectos de sua própria educação e a saber como, agora, agir com sua filha com objetivo de ajudá-la a se desenvolver. Ela afirma que os exemplos dados nas aulas facilitaram muito a colocar em prática tudo que foi aprendido.

    Emanuelle Rech

Siga nas redes sociais

FACEBOOK
INSTAGRAM
YOUTUBE