BLOG

Educação não-violenta não é permissividade

Educação não-violenta não é permissividade

Muita gente confunde uma educação não-violenta, baseada na Disciplina Positiva, com permissividade. Mas, quem conhece mais sobre o assunto sabe que não é disso que se trata. Como bem explica nossa especialista Elisama Santos, do Curso Educando com Disciplina Positiva, é possível ser firme e, ao mesmo tempo, manter o vínculo com a sua criança.

Colo não faz mal nunca. O amor jamais vai prejudicar o seu filho. Além disso, permissividade e não-violência são coisas diferentes. Por isso, sempre digo que mesmo o mais difícil dos limites pode ser apresentado com gentileza e brandura”, orienta.

Portanto, agora você já sabe que educação não-violenta não é permissividade, ok? Se você quiser mais conteúdo sobre como educar com base na Disciplina Positiva e sem perder a sua autoridade de pai, assista ao curso da Elisama em nossa plataforma. Ao fazer isso, você terá acesso a todos os cursos disponíveis e aos que forem lançados durante a sua assinatura.

Em tempo: a Disciplina Positiva é uma excelente alternativa para quem quer fugir das agressões físicas. E quem diz isso são os próprios cientistas envolvidos nas pesquisas sobre o tema. Isso porque a Disciplina Positiva é a autoridade com respeito, é um caminho entre o autoritarismo e a permissividade. E, ao se conectar com seu filho, você conseguirá a sua cooperação, e o vínculo entre vocês será mantido.

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn