BLOG

Conheça o método BLW de alimentação

Conheça o método BLW de alimentação

Todos já sabemos que a amamentação deve ser a única forma de alimentar os bebês até os seis meses de idade. Mas, como começar a introdução dos novos alimentos de maneira saudável e divertida para os pequenos? Conheça o método BLW de alimentação.

A sigla BLW significa Baby-Led-Weaning (BLW), que pode ser traduzido como ‘desmame guiado pelo bebê”. Criado pela britânica Gill Rapley, o método consiste basicamente em oferecer os alimentos sólidos de forma que a criança conheça sozinha as texturas, cheiros e sabores das frutas, legumes e verduras. Interessante, né?

Vamos aos detalhes:

  •       Antes de iniciar, converse com o pediatra e sobre o BLW e se seu filho já tem condições de começar a introdução alimentar. Geralmente, a partir dos seis meses o bebê consegue ficar sentado e levar algumas coisas à boca sozinho. Além disso, nessa idade o intestino já pode receber novos alimentos além do leite materno. Mas só o médico pode dizer se seu filho está preparado para esse passo;
  •       Com o BLW, o bebê começa a explorar gradualmente os alimentos, baseado na curiosidade, e tem mais controle do que quando é alimentado com uma colher, por exemplo. Assim, o risco de o bebê engasgar com o que está comendo é menor;
  •       Lembre-se de que o bebê deve estar sentado durante a refeição e, se possível, junto com a família;
  •       Ofereça frutas e vegetais sem cascas e em pedaços compridos para que a criança consiga segurar. Os itens mais duros podem ser cozidos levemente. Pedaços de carne devem ser grandes, no início; conforme aumenta a habilidade da criança, pode diminuir o tamanho;
  •       Varie a alimentação diariamente. Cores, texturas… A comida pode ser temperada, mas atenção com a quantidade de sal. Ah, nada de fast-food, açúcar, refrigerantes e outras “comidas de caixinha”, hein?;
  •       A introdução da água também pode ser feita, sempre respeitando a vontade e o interesse do bebê. Sucos e papinhas batidas podem ser trocados por frutas levemente amassadas;
  •       Fique de olho nos alimentos causadores de alergia em potencial, principalmente se há casos na família;
  •       Mesmo com a introdução alimentar, a amamentação em livre demanda deve continuar até pelo menos os dois anos, se possível. Desse jeito, o bebê decide quando e quanto vai mamar, segundo seu interesse e ingestão de outros alimentos.

Como foi a introdução alimentar do seu bebê? Conta pra gente! 

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn