Blog

Como tornar o divórcio menos traumático para as crianças?

A separação de um casal costuma ser um momento delicado e doloroso, ainda mais quando envolve filhos. No entanto, apesar das diferenças pessoais, os pais devem sempre pensar no bem estar emocional das crianças, para que não desenvolvam problemas psicológicos que podem ser levados até a vida adulta.

Infelizmente, também é muito comum a alienação parental, quando um dos pais priva o filho de relacionamento com o outro de forma deliberada, seja durante ou depois da separação.

Como sempre falamos aqui, dar o exemplo é sempre melhor escolha. Algumas formas de tornar esse período menos traumático são:

  •       Evite discutir, falar mal e desautorizar o outro na frente das crianças. Em vez disso, invista no diálogo e no respeito;
  •       Não tente competir pelo afeto (como quem dá o melhor presente, por exemplo), nem ceda a todas as vontades de seu filho para compensar a ausência;
  •       Escute, converse com a criança  sobre o que ela sente a respeito da situação. Olhe nos olhos, demonstre amor e responda de forma calma caso ela questione sobre a separação;
  •       Avise os professores e procure ajuda de psicólogo, para que seu filho não se sinta mal em relação aos colegas de escola;
  •       Não afaste seu filho do ex-cônjuge ou de seus parentes. Explique que, independente do término, a relação com eles não será abalada;

·       Mesmo que haja raiva do antigo parceiro, acostume-se a conviver e busque um acordo sobre a educação da criança.

Você também pode se interessar por:

  • A primeira vez no cinema

  • Isso é coisa de menino ou de menina?

  • Exercendo sua autoridade

  • Como ensinar o valor do dinheiro aos meus filhos?

Saiba como os cursos do MundoemCores.com
mudaram vidas de famílias como a sua!

  • “Trabalho com o Método Montessoriano e vejo como ele facilita o aprendizado da criança”

    Valéria é Orientadora Pedagógica de São Luiz do Maranhão e encontrou no curso Montessori em Casa uma forma de aumentar seu conhecimento sobre essa filosofia e se preparar ainda mais para transmitir seus ensinamentos às crianças com quem trabalha.

    Valéria Ferreira Santos

  • “Pude começar a entender que quem tinha que mudar era eu”

    Sandra conheceu o MundoemCores.com por meio da escola do filho Enzo e começou a entender os sinais que ele apresentava. Entendeu que precisava mudar seu comportamento e hoje tem uma relação muito melhor com seu filho.

    Sandra Teixeira

  • “O curso nos fez entender como estimular a autonomia e a independência da nossa filha”

    Emanuelle e o marido passaram a entender aspectos de sua própria educação e a saber como, agora, agir com sua filha com objetivo de ajudá-la a se desenvolver. Ela afirma que os exemplos dados nas aulas facilitaram muito a colocar em prática tudo que foi aprendido.

    Emanuelle Rech

Siga nas redes sociais

FACEBOOK
INSTAGRAM
YOUTUBE