Blog

Como surge o sapinho?

😉 O “sapinho” é um velho conhecido de quem é pai e mãe, não é verdade? Mas, você sabe como ele surge e quais cuidados deve tomar? Veja só:
.
📌 A monilíase, conhecida como “sapinho”, é uma infecção causada por um fungo chamado “Candida Albicans”;
📌 Esse fungo já faz parte do nosso organismo e se multiplica além do normal devido a alguma baixa na imunidade;
📌 Mas, existe algo que favoreça esse desequilíbrio? Sim, o uso de chupetas, mamadeiras ou outros objetos contaminados com uma carga de fungos e que a criança leve à boca. Ou, ainda, a proliferação desse fungo no seio materno;
📌 O sapinho atinge, principalmente, a parte interna das bochechas, língua e céu da boca, dando um aspecto de restos de leite;
📌 Também pode ocorrer na região genital ou em torno do ânus do bebê;
📌 Esse fungo pode causar desconforto à criança e afetar a alimentação e o ganho de peso;
📌 O perfil “O meu pediatra” explica que não é necessário limpar a boca do bebê após as mamadas, caso ele esteja em aleitamento materno exclusivo. Isso porque o leite oferece proteção adequada;
📌 Já o tratamento para a monilíase pode ser feito com o uso de solução oral ou gel antifúngico a ser prescrito pelo pediatra.
.
👉 Mais em #DicasMundoemCores
.
#MundoemCores #EducaçãoInfantil #EducandocomAmor

Você também pode se interessar por:

  • O lado bom dos videogames

  • As crianças estão crescendo direito?

  • Problemas na alfabetização

  • Atividade para aprender matemática

Saiba como os cursos do MundoemCores.com
mudaram vidas de famílias como a sua!

  • “Eu vi que é possível estruturar a casa para receber os filhos com o respeito que merecem”

    Greicy conheceu o curso quando buscava conhecimento para apresentar às seguidoras da sua fanpage, Mães no Comando, e revela que acabou mudando a sua forma de pensar. Ela disse já observar a transformação de suas filhas, depois da sua própria transformação.

    Greiciely Magno

  • “Trabalho com o Método Montessoriano e vejo como ele facilita o aprendizado da criança”

    Valéria é Orientadora Pedagógica de São Luiz do Maranhão e encontrou no curso Montessori em Casa uma forma de aumentar seu conhecimento sobre essa filosofia e se preparar ainda mais para transmitir seus ensinamentos às crianças com quem trabalha.

    Valéria Ferreira Santos

  • “O curso nos fez entender como estimular a autonomia e a independência da nossa filha”

    Emanuelle e o marido passaram a entender aspectos de sua própria educação e a saber como, agora, agir com sua filha com objetivo de ajudá-la a se desenvolver. Ela afirma que os exemplos dados nas aulas facilitaram muito a colocar em prática tudo que foi aprendido.

    Emanuelle Rech

Siga nas redes sociais

FACEBOOK
INSTAGRAM
YOUTUBE