BLOG

Cinco atitudes que desmotivam a criança a falar

Cinco atitudes que desmotivam a criança a falar

Sim! O que dizemos aos nossos filhos pode impactar negativamente, inclusive na fala

Algumas palavras ditas para a criança pelo adulto de referência, seja pai ou mãe, impactam negativamente, inclusive na fala. Pensando nisso, nossa especialista Juliana Trentini, autora do curso Turbinando a Linguagem do Bebê, separou cinco atitudes que desmotivam a criança a falar.

“Falar é difícil! E, para algumas crianças, é um Everest particular a ser escalado diariamente. Uma vez, a apresentadora americana Oprah Winfrey teve que responder à seguinte pergunta: você já entrevistou centenas de pessoas, o que observou de comum entre elas? A resposta foi: toda pessoa deseja ser compreendida!”, explica. 

E o mesmo, portanto, vale para nossos filhos! Então, precisamos ficar atentos para compreender nossos filhos e para evitar dizer algo que possa impactar negativamente a sua autoestima.

Veja só cinco atitudes que desmotivam a criança a falar:

  • Ser cobrada: “Fala água, senão vai ficar com sede”
  • Ser corrigida: “Não é ‘ábua’! É água que se fala”
  • Ser interrompida. Pior ainda se a interrupção for para corrigi-la
  • Ser punida: “Fala direito, menino!”
  • Ser incompreendida: “O quê? Hã?? Não estou entendendo. Fala direito!”

Viu só como ter informação é importante? Gostou? Então, venha aprender como conduzir esse processo de maneira respeitosa. Para isso, assista ao curso Turbinando a Linguagem do Bebê em nossa plataforma.

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn