BLOG

Aumenta a taxa de mortalidade infantil

Pela primeira vez desde 1990, aumenta a taxa de mortalidade infantil no País. Saiba mais sobre essa estatística desanimadora:

  • A taxa de mortalidade infantil contempla as mortes de crianças entre 0 e 5 anos de idade;
  • Os últimos dados divulgados pelo Ministério da Saúde são referentes a 2016. Eles mostram um total de 14 óbitos para cada mil nascidos. Ou seja, um aumento de 4,8%.
  • Isso porque, no ano anterior, 2015, foram 13,3;
  • Desde 1990, esse índice apresentava uma queda média anual de 4,9% na mortalidade devido, segundo o Unicef, a melhorias nas condições de vida e na atenção à saúde da criança;
  • Ainda de acordo com o Unicef, a maior parte dos óbitos se concentra no primeiro mês de vida, o que evidencia os fatores ligados à gestação, ao parto e ao pós-parto.
  • Por outro lado, as mortes após os 27 dias de vida do bebê estão relacionadas às condições socioeconômicas;
  • Para o Ministério da Saúde, esse aumento se deve ao surgimento do zika vírus (foram 315 mortes creditadas ao vírus em 2015) e às mudanças socioeconômicas, com o agravamento da crise econômica do país;
  • Além disso, dados recentes mostram que a vacinação infantil atingiu o menor nível em 16 anos, o que também aumenta a taxa de mortalidade infantil.

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn