Blog

Desenhar é tudo de bom!

Desenhar é uma das primeiras formas que encontramos para exercitar a imaginação. Além de uma atividade prazerosa para os pimpolhos, os desenhos ajudam a criança se comunicar e também indicam fases do desenvolvimento motor. Você conhece as fases do grafismo?

  •    1 ano e meio: a criança ainda não tem coordenação motora o suficiente, mas já consegue pegar lápis e fazer traços livres, pelo simples prazer de movimentar. Por isso, prefira os lápis de cera, que não possuem pontas e oferecem menores riscos. Fique atento para a criança não colocar os lápis na boca;
  •    2 anos: aumenta o controle dos movimentos, a noção de espaço do papel e o uso de cores variadas nos rabiscos;
  •    3 anos: com traços mais firmes, a criança começa a desenhar pessoas próximas, casas, paisagens;
  •    5 anos: aumento da quantidade de detalhes nos desenhos, como casas com telhado e chaminé;
  •    7 anos: organização do espaço no papel, com linhas de base delimitando chão e céu, por exemplo;
  •    9 anos: identificação do horizonte nos desenhos;
  •    11 anos: aumento da noção de tridimensionalidade e a compreensão consciente do que vê;
  •    13 anos: desenhos em perspectiva, arquitetônicos e decorativos.

Você também pode se interessar por:

  • Cuidado com o excesso de tecnologia

  • A primeira viagem do bebê

  • Como reduzir o sódio da alimentação

  • Quarto Montessoriano

Saiba como os cursos do MundoemCores.com
mudaram vidas de famílias como a sua!

  • “O curso nos fez entender como estimular a autonomia e a independência da nossa filha”

    Emanuelle e o marido passaram a entender aspectos de sua própria educação e a saber como, agora, agir com sua filha com objetivo de ajudá-la a se desenvolver. Ela afirma que os exemplos dados nas aulas facilitaram muito a colocar em prática tudo que foi aprendido.

    Emanuelle Rech

  • “Pude começar a entender que quem tinha que mudar era eu”

    Sandra conheceu o MundoemCores.com por meio da escola do filho Enzo e começou a entender os sinais que ele apresentava. Entendeu que precisava mudar seu comportamento e hoje tem uma relação muito melhor com seu filho.

    Sandra Teixeira

  • “Eu vi que é possível estruturar a casa para receber os filhos com o respeito que merecem”

    Greicy conheceu o curso quando buscava conhecimento para apresentar às seguidoras da sua fanpage, Mães no Comando, e revela que acabou mudando a sua forma de pensar. Ela disse já observar a transformação de suas filhas, depois da sua própria transformação.

    Greiciely Magno

Siga nas redes sociais

INSTAGRAM
YOUTUBE