Blog

Cuidados com a pele

Machas vermelhas, assaduras, alergias… só por aí já deu pra perceber os cuidados com a pele da criança vão além do uso de protetor solar durante o verão. Isso porque a pele dos pequenos é mais sensível que a dos adultos, pois ainda está em crescimento e com a imunidade em desenvolvimento. Por isso, para evitar doenças de pele e alergias, é preciso atenção já na primeira infância. Alguns dos problemas de pele mais comuns entre crianças são:

  •       Brotoeja: inflamação das glândulas sudoríparas, mais comum no verão, em razão da alta incidência de luz ultravioleta. Evite expor a criança a lugares quentes e úmidos, e fuja do sol nos horários de maior incidência (das 10h às 16h, principalmente no verão);
  •       Assadura: irritação causada pela urina em locais abafados e com as famosas dobrinhas. É recomendado secar bem a criança após o banho e nas trocas de roupa, além de usar fraldas que absorvam a urina. Use pomadas hidratantes ou à base de óleo, dermatologicamente aprovadas para os pequenos;
  •       Alergia: o tipo mais comum é a reação alérgica a picadas de inseto (mosquitos, formiga, pulga…) e que causa algumas lesões na pele que podem se espalhar por todo o corpinho da criança. Mas também há a chamada dermatite de contato (alergia ao ter contatos com materiais, plantas…) e casos em que a criança tem alergia ao próprio suor, por exemplo;
  •       Crosta láctea: ou dermatite seborreica, é normal em bebês de até três anos. Consiste na grande produção de gordura no couro cabeludo e na pele, e forma as conhecidas caspas. É inofensiva e não é contagiosa, mas pode provocar coceira e irritação nos pequenos;
  •       Dermatite atópica: a pele fica seca, com lesões e forte coceira. É mais comum em crianças que já possuem alguma sensibilidade imunológica ou histórico de alergias, asma etc.;
  •       Catapora: também chamada varicela, é provocada por vírus e caracterizada por coceira, machas vermelhas e bolhas espalhadas pelo corpo. É contagiosa e sua recuperação leva de 10 a 15 dias;
  •       Micose: infecção que se manifesta em manchas avermelhadas ou brancas, causadas por excesso dos fungos que existem naturalmente na pele. Causam coceira e podem decorrer de excesso de antibióticos e de umidade, além de calor e baixa imunidade. Para fugir de micoses, enxugue bem a criança após o banho e evite que ela ande descalça em ambientes úmidos (vestiários, piscinas etc);
  •       Verruga: é desencadeada pelo vírus HPV e transmitida pelo contato com outras crianças. Apresenta-se como bolhinhas duras e claras. Procure um dermatologista logo que a primeira verruga aparecer;
  •       Impetigo: também chamado de impinge, é provocado por bactérias e forma feridas e bolhas com pus, que podem ocasionar dor, febre e coceira. Para prevenir, estimule hábitos de higiene como lavar as mãos, tomar banho regularmente;
  •       Piolho: normal da fase escolar, caracteriza-se por coceira no couro cabeludo e aparecimento de lêndeas nos cabelos.

Em todos os casos, procure um dermatologista assim que aparecerem os primeiros sintomas.

Você também pode se interessar por:

  • Brincadeira sustentável

  • Como reconhecer uma criança autista

  • Sorriso metálico

  • Tem um novo bebê a caminho!

Saiba como os cursos do MundoemCores.com
mudaram vidas de famílias como a sua!

  • “Eu vi que é possível estruturar a casa para receber os filhos com o respeito que merecem”

    Greicy conheceu o curso quando buscava conhecimento para apresentar às seguidoras da sua fanpage, Mães no Comando, e revela que acabou mudando a sua forma de pensar. Ela disse já observar a transformação de suas filhas, depois da sua própria transformação.

    Greiciely Magno

  • “O curso nos fez entender como estimular a autonomia e a independência da nossa filha”

    Emanuelle e o marido passaram a entender aspectos de sua própria educação e a saber como, agora, agir com sua filha com objetivo de ajudá-la a se desenvolver. Ela afirma que os exemplos dados nas aulas facilitaram muito a colocar em prática tudo que foi aprendido.

    Emanuelle Rech

  • “Muito obrigada por vocês terem trazido tudo isso pra minha família”

    Flaviane finalizou o curso Montessori em Casa e começou a assistir às aulas do Educando com Disciplina Positiva. Ela conta como sua vida mudou após aplicar o que aprendeu nos vídeos.

    Flaviane Cintia de Avila Dutra

Siga nas redes sociais

INSTAGRAM
YOUTUBE